quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Uma tragédia anunciada: Relato de torcedor que estava no Ginásio.

Jeremias, escrevo para o teu Blog porque sei que é uma ferramenta de fácil visualização em São Francisco de Assis e Região. Prefiro não me identificar para preservar minha vida pessoal e de minha família, mas as cenas que vi no Ginásio Municipal de Esportes hoje a noite foram aterrorizantes. Não estou me referindo as partidas dentro de quadra, que por sinal foram de alto nível, mas sim da briga GENERALIZADA que aconteceu após a partida entre as equipes Fio Futsal x ACF.

Não estou aqui para julgar ninguém, até porque isso não cabe a seres humanos desqualificados como nós, mas é INDIGNANTE a AUSÊNCIA da Brigada Militar e também de uma ambulância no evento, não devemos achar culpados, mas até onde sabemos cabe aos organizadores do evento solicitar os serviços de segurança, foi solicitado? Perdoe-me se foi.

Após o apito final começou o empurra-empurra, o que já estava feio piorou com a invasão de torcedores pra dentro da quadra (ao meu ver MAIS UMA FALHA da organização), após muita discussão e alguns empurrões tudo parecia estar resolvido, mero engano, novamente uma briga generalizada nos corredores do Ginásio, eis que acontece o pior, um jovem é covardemente golpeado na cabeça por alguém, este jovem desmaia e outros ainda tentam continuar a BARBARIDADE de bater em alguém caído e desmaiado, em que mundo estamos? Quem somos? O que eu vou dizer para meu filho que me acompanhava esta noite no Ginásio? O que as pessoas que bateram irão dizer para seus familiares?

FELIZMENTE ainda existe muitas almas caridosas em nosso meio, que imediatamente trataram de ajudar aquele que estava caído com o rosto completamente desfigurado (não procurei mais informações sobre o estado de saúde do jovem, mas torço que esteja bem). Cabe a observação que precisou ser levado em um carro particular ao hospital, a Samu não apareceu mesmo depois de meia-hora, outro absurdo!

Desculpa o meu desabafo, mas assim como eu, inúmeras outras pessoas, famílias, jovens, idosos, adultos, etc, etc, etc ficaram HORRORIZADOS com as cenas presenciadas em uma noite que era pra ser de alegria, saúde e companheirismo, porque é isso que o esporte prega.

Esperamos de coração que cenas como estas não se repitam JAMAIS em nossa cidade, ficou feio pra todo mundo, mas principalmente para a irresponsabilidade de uma má organização coletiva e de uma falta de educação e preocupação com o próximo. Peço que quem agrediu se arrependa e assuma tudo que fez, seja punido de forma que pense antes de fazer outra vez. Também peço que quem foi agredido seja capaz de perdoar e tenha uma ótima recuperação.

Fiquei profundamente triste, muito triste com tudo mesmo.

Um comentário:

  1. É lamentável ver/ouvir sobre uma barbárie como essa. Digo barbárie porque só uma pessoa desequilibrada e fragmentada seria capaz de agir de determinada maneira, é por atos assim que cada vez mais se evidenciam discursos de raiva e ódio, acontece o inimaginável, ou seja, a ignorância existente no homem ao ponto de invadir o limite do outro e achar-se no direito de agredir alguém. No mínimo pessoas sem limites que provavelmente nem deve saber o significado desta palavra, chega ser horroroso pensar que a única forma de resolução de problemas seria AGREDIR o outro, vivência esta que o agressor deve ter vivenciado muito, já que sua maneira de lidar com um problema foi a partir de agressões, a sensação deve ter sido compensadora a final havia toda uma plateia para prestigiar o ato, o que deve ter causado grandes ganhos ao agressor ser visto como o poderoso aquele que bate que tudo pode. Educação, respeito e empatia certamente são o seu forte o seu forte. Fica claro que sujeitos assim vivem em um vazio, vazio de afetos, sentimentos e principalmente vazio de bom senso. As festas de final de ano estão ai, mas não me surpreende se eu me deparar com ele (s) por ai rindo, dançando bebendo e intimidando pessoas como se nada tivesse ocorrido sem o mínimo de vergonha na cara. Espero que a comunidade assisense não feche os olhos para o ocorrido e que as providencias sejam tomadas, caso contrario a cena só tende a se repetir por adolescentes rebeldes mimados, porque atitudes regressivas como esta até é de se compreender quando feita por crianças, mas me desculpem, fica difícil acreditar que pessoas adultas e “estudadas” seriam/ são capazes de cometerem atos de crueldade violadores de direitos humanos como este!

    ResponderExcluir

Poderá gostar também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...